Registar
Resultados 1 a 1 de 1
  1. #1
    Tech Veterano Avatar de Morais-GT
    Registo
    Jun 2013
    Local
    Wherever I Want
    Posts
    2,783
    Avaliação
    11 (100%)

    Explicação Sobre os Vários Componentes dos PC's

    Decidi criar este tutorial/faq para ajudar as pessoas que queiram ter algumas luzes sobre os principais componentes de um pc, possivelmente para construirem o vosso primeiro pc!



    Não irei falar em periféricos, isso poderá ser assunto para outro tópico, para já irei focar-me apenas nos componentes que estão dentro do pc.





    Lista de componentes absolutamente necessários:


    1- Caixa







    2- Motherboard (Placa-Mãe)






    3- CPU (Processador)






    4- Cooler (Dissipador)






    5- PSU (Fonte de Alimentação)






    6- Memória Ram






    7- HDD (Disco Rígido)






    7- Placa Gráfica
    (Não é estritamente necessária)











    Entrando em detalhe sobre cada componente:


    1/2- Existem literalmente centenas de caixas por onde escolher com inúmeros designs e características, e quanto a isto isto cabe sempre ao utilizador final decidir já que gostos tal como em tudo o resto variam de pessoa para pessoa.
    Mas talvez a característica mais importante seja o seu tamanho já que uma boa caixa com amplo espaço interior vai permitir ao utilizador ter menos restrinções quanto à escolha dos restantes componentes e vai permitir uma melhor organização dos mesmos e consequentemente melhores temperaturas.

    Existem 3 principais tamanhos considerados "Standard" (organizados a seguir do mais pequeno ao maior):

    Micro-ATX
    ATX
    Full-ATX


    Tal como referi acima a caixa vai condicionar a escolha dos restantes componentes, principalmente da motherboard já que a mesma existe em vários tamanhos com numenclaturas bastante semelhantes às das caixas.

    Uma caixa Micro-ATX por exemplo a penas permite motherboards Micro-ATX e Mini-ITX (ainda mais pequena)
    Uma caixa ATX suporta as anteriores e as ATX.
    Por fim uma caixa Full-ATX suporta todas as referidas e ambém outras menos comuns como E-ATX (mais longa e geralmente mais larga) e motherboard HTPC (geralmente usam-se em servidores e são bastante mais largas que o normal)

    Aqui têm uma comparação básica:








    Diferentes tamanhos de caixas:




    Da esquerda para a direita:

    Media-Center(usadas nas salas por exemplo)
    Micro-ATX
    ATX
    Full-ATX




    3- Existem também inúmeros processadores à venda no mercado actual e a coisa mais importante que temos que ter em mente quando queremos comprar um é "Será que é compatível com a motherboard que tenho/vou ter?"
    Isto é importante porque o processador vai encaixar na motherboard num sítio chamado socket. Existem vários sockets para escolher:

    AMD:

    -FM2
    -AM3+

    Intel:

    LGA1155
    LGA1150
    LGA1151
    LGA2011


    Exemplo de socket:



    Apenas coloquei os que ainda se fabricam pois existem muitos mais.
    E como é óbvio um CPU intel apenas encaixa nos sockets Intel e vice/versa.


    Dica: Na altura de colocar o processador na motherboard, nunca lhe tocar na parte de baixo que é onde estão os contactos/pinos, pois são àreas muito sensíveis e fáceis de partir. Sempre pegar pelos cantos.

    Não vou entrar em detalhes sobre as nomenclaturas dos diferentes cpu's porque transformava um tópico longo num autêntico livro.

    O que interessa é que diferentes processadores têm diferente desempenho.
    Isto deve-se em maior parte a quanto núcleos o processador tem, pode-se fazer uma analogia com os cilindros do motor de um carro. Quantos mais cilindros mais potência.

    Passa-se o mesmo nos processadores, talvez já tenham ouvido falr em nomes como DualCore, Quadcore etc. estes nomes indicam quantos núcelos tem o processador.

    Exemplos dos mais comuns de pior para maior performance:

    Single-Core - 1 Núcleo apenas
    Dual-Core - 2 Núcleos
    Quad-core - 4 Núcleos
    Six-Core - 6 Núcleos
    Octa-Core -8 Núcleos


    Existem mais mas estes são os principais.


    4- Cooler (dissipador)


    Um dissipador é um componente que arrefece outro, por exemplo um processador (mas nao só).

    Geralmente um processador vem com o seu próprio dissipador, algo como isto:





    O exemplo acima mostra um dissipador pequeno mas que é suficiente para manter o processador a temperaturas seguras.

    Existem 2 tipos de dissipadores, os a ar como o da figura acima e o que é mostrado no inicio do tópico.

    Depois existem os dissipadores a àgua. Pode parecer estranho mas é verdade e são bastante simples.

    Este tipo de dissipadores é geralmente usado por pessoas entusiastas que gostam de puxar ao máximo pelo computador a partir do overclock, mas não vou entrar em detalhe sobre isto.

    Um dissipador a àgua permite uma dissipação do calor mais rápida e eficiente, apesar de serem bastante mais caros que os dissipadores a ar.


    O dissipador fica por cima do processador a fazer contacto com o mesmo, mas entre os dois existe algo chamado pasta térmica, é como o nome indica uma pasta que ajuda no contacto entre o dissipador e e processador para uma melhor dissipação do calor.



    5- Fonte de Alimentação

    Das coisas mais importantes num computador mas que muitas vezes é "negligenciada".

    Uma fonte de alimentação é o que dá energia a todos os componentes do computador, transforma a electricidade AC que vem da tomada para DC, que é o que os componentes usam.
    Quando escolhemos uma fonte temos que ter em consideração a quantidade de watts que ela consegue "dar", e temos que fazer esta escolha consoante o consumo dos outros componentes.
    Porque um dos erros que muitas vezes vejo é pessoas a comprarem fontes de 1000 watts para um computador que consome 300 watts com sorte. Isto porque a maioria das pessoas pensam que mais é melhor. Bem nesta situação não é porque uma fonte opera no pico de eficiência quando está a "dar" à volta de 70% da sua capacidade. 70% de capacidade de uma fonte de 1000 watts são 700 watts.

    Quando uma fonte tem pouca carga ou demais a sua eficiência começa a baixar, ou seja a conversão da electricidade não está a ser tão eficiente.


    Existem 3 tipos de fontes no que toca a cabos:

    As "normais", que já vem com os cabos todos "agarrados" sem a possibilidade de tirar os que não precisamos;
    As semi-modulares que geralmente apenas vêm com o cabo 24 pinos e o da alimentação do processador (são precisos ambos hoje em dia)
    E as completamente modulares que vêm se cabos nenhuns "agarrados"

    P.S: Os cabos nas semi-modulares e Modulares vêm com a própria fonte, não precisam de os comprar.


    E qual a vantagem de uma fonte modular ou semi-modular?

    Na maior parte das vezes não são precisos todos os cabos logo eles numa fonte normal ficam no pc "à solta", por vezes podem obstruir a passagem de ar pela caixa causando sobreaquecimento dos componentes.
    Com uma fonte modular podemos conectar apenas os cabos que precisamos e assim melhoramos a arrumação dentro da caixa e consequentemente a temperatura de todos os componentes.


    Exemplo de fabricantes de confiança com material de qualidade:





    Seasonic:
    Exemplo de gama média são as M12II e S12II, gama alta as X e G's, e as de topo que é a série Platinium.


    Enermax:

    Também com bons produtos especialmente nas gamas mais latas como as Platimax.


    Corsair:
    Outro grande nome com muitas opções de escolha.


    Entre Outros Como:

    -SuperFlower
    -XFX (bastante populares nos segmentos mais baratos)
    -Antec
    -Be Quiet!
    -CoolerMaster
    -EVGA
    -Silverstone


    Marcas por norma a evitar:

    -Nox
    -1Life






    6- Memória Ram

    Não há muito que dizer aqui, pelo menos para utilizadores básicos.

    É usada pelo processador para armazenar os arquivos e programas que estão a ser processados. A quantidade de memória RAM disponível tem um grande efeito sobre o desempenho, já que sem uma quantidade suficiente dela o sistema passa a usar memória virtual, que é lenta.

    Aqui sim o ditado do Mais é Melhor pode-se aplicar, Ram nunca é demais, é claro que a partir de um certo ponto não usamos a ram que temos e estamos a investir mais €'s do que é necessário.

    Hoje em dia 4GB são suficientes para utilizações normais e até para jogos neste 8GB já é quase standard.

    Existem várias caracteristicas da Ram que poderia abordar tais como frequência, timming, voltagens etc. mas seria demais para este tópico.

    O que interessa para um utilizador básico é o tipo da ram, DDR, DDR2, DDR3 e agora o mais recente, o DDR4. Todos os sistemas modernos hoje em dia utilizam apenas DDR3, é algo que se pode ver no nome da Ram.



    7- Disco Rígido

    Este é talvez o componente mais conhecido de um computador, não me vou alongar muito mesmo por isso.

    É um componente onde podemos guardar dados (filmes, músicas etc.)

    Existem em cada vez maior capacidades (Até 6 TB).


    E existem 3 tipos:

    1- Discos rígidos normais, no seu interior existem "pratos" que giram a alta velocidade e uma agulha que "paira" sobre eles e lê as informações lá contidas (são os mais baratos).

    2- SSD, não tem partes móveis o interior é muito semelhante ao de uma pen. Vantagem - Extremamamente rápido. Desvantagem - É bem mais caro que um disco normal e tem menor capacidade.

    3- SSHD, combina um SSD de baixa capacidade para utilizar como área de armazenamento dos ficheiros que são usados mais frequentemente, e o espaço de um disco rígido normal.



    8 - Placa Gráfica


    Não há muito a dizer sobre este componente, pelo menos a nível básico.


    Simplesmente é aquele que processa o sinal de imagem/vídeo e o envia para o monitor.




    Hoje em dia grande parte dos processadores trazem um chip gráfico integrado, logo para um PC que seja por exemplo apenas para escrever alguns documentos ou ir à internet não se justifica uma placa gráfica dedicada.
    Para jogos ou aplicações profissionais como é o caso de edição de imagem/vídeo etc. torna-se num investimento quase que obrigatório.


    Existem duas partes principais numa placa gráfica, que são o GPU (processa as informações), e a VRam (armazena informações e transmite-as para o GPU para serem processadas).

    Um dos mitos mais presentes associados a placas gráficas é que quanto mais GB de VRam a gráfica tiver, melhor esta é.
    Errado!


    Imaginemos dois casos:

    Placa gráfica A - o GPU consegue processar 1GB de informação por segundo, e tem 1GB de memória total.
    Placa gráfica B - o GPU consegue processar 500MB de informação por segundo, e tem 3GB de memória total.


    Imaginemos que ambas precisam de processar 5GB de informação, a placa gráfica A apesar de ter "apenas" 1GB de VRam vai processar toda a informação em apenas 5 segundos, já a placa gráfica B apesar de ter 3 vezes mais capacidade de memória, para processar a mesma informção vai precisar do dobro do tempo, 10 segundos, devido ao GPU não ter capacidade apra procesar tantos dados rapidamente.




    Frequentemente vê-se gráficas de baixa gama com 2 ou 3GB de VRam, mas o que é certo é que quase sempre, é uma melhor opção ir para uma placa gráfica que talvez até só tenha 1GB mas que o GPU seja capaz de processar toda a informação contida na VRam muito mais rapidamente.



    Cumprimentos
    Morais-GT




    Última edição de Morais-GT : 04-09-15 às 19:46


 

 

Informação da Thread

Users Browsing this Thread

Estão neste momento 1 users a ver esta thread. (0 membros e 1 visitantes)

Bookmarks

Regras

  • Você Não Poderá criar novos Tópicos
  • Você Não Poderá colocar Respostas
  • Você Não Poderá colocar Anexos
  • Você Não Pode Editar os seus Posts
  •